produtos da Sertã
Produtos da Sertã vencem prémios em concursos nacionais
solo
Dia mundial do Solo – Governo falha promessa de publicar legislação para proteção de solos
produtos da Sertã
Produtos da Sertã vencem prémios em concursos nacionais
solo
Dia mundial do Solo – Governo falha promessa de publicar legislação para proteção de solos

04 de dezembro de 2023

Robô que mata ervas daninhas sem químicos

Foto em Ekobot

O robô que mata ervas daninhas chama-se Ekobot WEAI, e foi desenvolvido pela empresa sueca Ekobot AB, desenhado para detetar e eliminar ervas daninhas autonomamente.

A empresa Ekobot AB apresentou o seu mais recente feito em termos de tecnologia: o Ekobot WEAI, desenvolvido para detetar e eliminar ervas daninhas de forma autónoma. Este robô que mata ervas daninhas apresenta uma grande inovação, prometendo uma redução substancial da necessidade de herbicidas em extensas áreas cultivadas.

Apesar da utilização de herbicidas como o glifosato, para melhorar a saúde e o meio ambiente tem havido uma investigação para reduzir o seu uso a fim de evitar potenciais riscos. 

Uma alternativa ao uso de herbicidas é, precisamente, o Ekobot WEAI, que é equipado com inteligência artificial para a agricultura, com o desenvolvimento através de várias tecnologias, que resulta numa ferramenta avançada para os agricultores, de acordo com os fundadores.

Em termos de propriedades, este robô que mata ervas daninhas apresenta quatro rodas robustas de trator, pesa 600 kg e atinge uma velocidade máxima de 5 km/h, salientando-se a sua autonomia.

Posto isto, o instrumento não necessita de condutor, eliminando a dependência dos combustíveis tradicionais, operando exclusivamente com uma bateria. Apesar de não ter sido dado um número específico para a capacidade da sua bateria, o Ekobot WEAI garante uma autonomia de 10 a 12 horas com uma única carga, podendo cobrir 10 hectares em áreas cultivadas com cebolas, beterrabas, cenouras ou legumes parecidos.

Deste modo, o robô possui ainda um sistema de localização preciso através de GPS, estando também equipado com uma variedade de sensores, como por exemplo, dispositivos laser e câmaras, onde a sua conectividade 5G consegue fornecer um sistema de inteligência artificial capaz de identificar e remover ervas daninhas de forma cuidadosa, sem prejudicar a área cultivada.

Além de lidar com ervas daninhas, o robô tem a capacidade de detetar moscas e fungos, fornecendo informações cruciais para os agricultores. Segundo a Ekobot AB, em testes realizados, o robô demonstrou uma redução de até 70% na necessidade de herbicidas. Embora promissor, o desempenho real do Ekobot WEAI ainda precisa ser observado em situações práticas.

A empresa refere que o projeto está em constante evolução e reconhece que ainda há tempo necessário para o seu aprimoramento. A previsão é que o Ekobot WEAI esteja disponível em vários países da União Europeia até 2030. 

 

Fonte: Revista Voz do Campo