turismo em portugal
Turismo no Interior: “Interior pode e deve ser inspirador para a transformação do turismo”
European Bee Awards
Abertas candidaturas aos European Bee Awards
turismo em portugal
Turismo no Interior: “Interior pode e deve ser inspirador para a transformação do turismo”
European Bee Awards
Abertas candidaturas aos European Bee Awards

26 de junho de 2023

Preços de produtos agrícolas sobem 33% em Portugal no 1.º trimestre, quase o dobro da UE

O Eurostat divulgou hoje que no primeiro trimestre do ano, os preços dos produtos agrícolas aumentaram bastante em Portugal, ao comparar com a restante União Europeia (UE).

A subida dos preços de produtos agrícolas abrandou, no primeiro trimestre, para os 17% na União Europeia (UE), sendo que Portugal e Espanha apresentaram o maior aumento com uma percentagem de 33%, de acordo com a divulgação do Eurostat.

Segundo os dados divulgados no dia de hoje, entre o primeiro trimestre de 2022 e os primeiros três meses de 2023, o preço médio dos produtos agrícolas no seu conjunto, em termos de produção, aumentou 17%, revelando-se uma taxa inferior à registada no trimestre anterior (26% entre o quarto trimestre de 2021 e o mesmo período de 2022), para o mesmo cabaz de produtos de base.

Foi precisamente em Portugal e Espanha que se registaram as taxas de aumento mais acentuadas, com 33% em ambos os países. Segundo o Eurostat, a seca na Península Ibérica levou a uma redução da produção, que, por sua vez, levou também a um aumento maior dos preços.

No cabaz de produtos base, o alimento que registou um aumento maior foram os ovos, com 60%  na média da UE, seguindo-se o arroz com 51% e a carne de porco com 49%.

Neste sentido, o Eurostat avisa para o facto de que a subida do preço dos ovos reflete, por um lado, a escassez de cereais forrageiros e, por outro lado, o impacto de um surto de gripe das aves na Bélgica e nos Países Baixos.

Os preços na produção, isto é, os custos suportados pelos agricultores, aumentaram 11% para o mesmo cabaz de fatores de produção no primeiro trimestre do ano, face ao período homólogo.

Foram então registado um crescimento substancial dos preços dos alimentos para animais de 16%, bem como das sementes e material de plantação com 14% e dos produtos fitofarmacêuticos e pesticidas (12%).


Fonte: Agroportal