Celorico da Beira promove a 44ª Feira do Queijo
ADACB cria 6 Sessões de Esclarecimentos sobre o PEPAC
Celorico da Beira promove a 44ª Feira do Queijo
ADACB cria 6 Sessões de Esclarecimentos sobre o PEPAC

07 de Fevereiro de 2023

Instituto Politécnico da Guarda produz bebida que pode ajudar a prevenir diabetes e inflamações

O IPG (Instituto Politécnico da Guarda) irá apostar nos frutos vermelhos, mais propriamente cerejas e mirtilos, para criar uma bebida com propriedades antidiabéticas e anti-inflamatórias.

As empresas da região irão auxiliar, quer investigadores, quer estudantes, que estejam envolvidos neste projeto denominado de “RedFruit4Healt”, financiado no valor de 312 mil euros pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). O projeto tem o intuito de desenvolver um produto que contenha determinados benefícios medicinais e que possa ser comercializado com recurso a produtos endógenos da Beira Interior.

O investigador do IPG e coordenador do "Red Fruit 4Health" , Luís da Silva, confirmou que estes frutos, mais propriamente, a cereja e o mirtilo, "são conhecidos por serem uma grande fonte de nutrientes e pelos vários benefícios que apresentam para a saúde, desde as propriedades anti-inflamatórias até à prevenção da diabetes".

Por sua vez, serão processados vários ensaios clínicos a fim de garantir um produto com propriedades originais dos frutos vermelhos utilizados. Além disto, o projeto prevê a criação de menus saudáveis inspirados na dieta mediterrânica para serem acompanhados pela nova bebida, que serão posteriormente incluídos nos setores de restauração local e em cantinas escolares.

O “Red Fruit 4Health" apresenta como parceiros a Cerfundão, a Beira Berry, a 7.cbafruit, bem como a Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela, a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, o Polo de Inovação da Covilhã, a INOVA+, a Associação de Agricultores para Produção Integrada de Frutos de Montanha, o laboratório Egianálise, o grupo hoteleiro Esquila Real e os restaurantes Tertulimbatível e Nevão de Estrelas.

Este projeto impulsiona o IPG através da inovação e a investigação perante a economia social e local.

 

Fonte: Lusa