PDR 3.2.2
Ministra nega atrasos na execução do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR)
Promoção e Comunicação de vinho em países terceiros: Aviso de Abertura de Concurso n.º1/2023
PDR 3.2.2
Ministra nega atrasos na execução do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR)
Promoção e Comunicação de vinho em países terceiros: Aviso de Abertura de Concurso n.º1/2023

08 de março de 2023

Azeitona galega da Beira Baixa ganha estatuto de Indicação Geográfica Protegida da União Europeia

A azeitona galega da zona da Beira Baixa recebeu hoje o estatuto de produto de denominação de origem protegida (DOP) pela Comissão Europeia (CE), passando a receber o estatuto de Indicação Geográfica Protegida (IGP).

Foi hoje, dia 8 de março de 2023, que se oficializou a azeitona da Beira Baixa como um produto português presente na lista de IGP, um dos diversos regimes de proteção de produtos de qualidade da UE.

A Associação de Produtores de Azeite da Beira Interior (APABI), define estes produtos como “o produto preparado, azeitona de conserva, obtido a partir da variedade Galega da espécie Olea europaea L”. Este produto encontra-se presente nas áreas compreendidas pelos concelhos de Castelo Branco, Covilhã, Fundão, Belmonte, Penamacor, Idanha-a-Nova, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova, Mação, Sertã, Vila de Rei e Oleiros.

Com o intuito de oficializar a decisão os rótulos deste tipo de alimento devem conter a seguinte indicação: “Azeitona Galega da Beira Baixa – Indicação Geográfica Protegida” ou “Azeitona Galega da Beira Baixa IGP”.

A indicação geográfica da Beira Baixa apenas pode ser utilizada para bens que obedeçam às disposições constantes no caderno de especificações presente na Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Fonte: Renascença