Apoios aos setor da apicultura
O futuro da apicultura são novos ativos
formação gratuita
Formação gratuita sobre gestão sustentável da irrigação
Apoios aos setor da apicultura
O futuro da apicultura são novos ativos
formação gratuita
Formação gratuita sobre gestão sustentável da irrigação

11 de janeiro de 2024

Árvore do Ano 2024: A vencedora que veio do oriente

Foto em Sábado

A Árvore do Ano 2024 é a Camélia-japoneira dos jardins centenários da Villa Margaridi, em Guimarães.

A 7ª edição nacional da Árvore do Ano premiou a Camélia-japoneira dos jardins centenários da Villa Margaridi, em Guimarães, sendo esta a árvore que irá representar Portugal no concurso internacional.

Esta árvore é representante da história portuguesa e das relações comerciais entre Portugal e o Japão, a introdução desta espécie exótica em território nacional ocorreu através dos marinheiros das naus dos descobrimentos que traziam e levavam sementes de diferentes espécies entre os vários portos do Mundo. Este exemplar foi considerado de interesse público pelo Despacho n.º 837/2022, devido ao seu desenho em forma de campânula, com 6,30 m de diâmetro e 6,15 m de altura.

O segundo lugar foi ocupado pelo Sobreiro do Rei (Mafra, Lisboa) com 3.075 votos e o terceiro pela Oliveira do Peso (Pedrogão, Vidigueira) com 2.988 votos.

O público decidiu entre 10 árvores candidatas, num total de votos registados de 24.758, também este o mais elevado desde que o concurso nacional se realiza. Os resultados finais da votação foram:

 

Camélia-japoneira | Guimarães, Braga

Sobreiro do Rei | Mafra, Lisboa

Oliveira do Peso | Pedrogão, Vidigueira

Árvore Grande | Alijó, Vila Real

Azinheira de Alportel | São Brás de Alportel, Faro

Sobreiro da Quebrada | Lugar da Quebrada, Arcos de Valdevez

Cedro Gigante | Vila Real

Gingko Biloba | Mafra, Lisboa

Magnólia do Palácio | Mangualde, Viseu

Oliveira do Mouchão | Abrantes, Santarém

 

Fonte: Agroportal